terça-feira, 27 de outubro de 2009

Pedra dos Encontros

Fotografia: Victor Gil
http://fotografiasquerimam.blogspot.com/ 
http://naodeixaresquecerabril.blogspot.com/


Quando chegares,
eu vou estar-te esperando
junto à pedra imaginada dos meus dias.
Onde grito pelo teu nome,
onde abraço o horizonte,
onde desfaço os meus braços
de encontro às nuvens vazias.

Quando chegares,
eu vou estar-te esperando,
no espaço do teu cantinho virtual.
Com um beijo em minha boca,
uma carícia em cada mão
e uma vontade louca,
do pecado original.


Texto: Victor Gil

26 comentários:

Sonhadora disse...

Lindo este poema.
Abraço

RosanAzul disse...

Olá Amigo GIl!
Vim aqui prestigiar teu novo blog te desejar muito sucesso e belas inspirações!
Como sempre tua poesia é canto e encanto... Com certeza este espaço promete momentos especiais com a tua escrita!
Paz e Luz!
Meu carinho,
Ro

Tais Luso de Carvalho disse...

Olá Gil, tenho certeza que o novo blog será também um sucesso.
Estarei sempre por aqui lendo seus belos poemas.

Bjs, amigo.
Tais luso

Sandra Rocha disse...

Muito sucesso para este novo cantinho :)
Beijos.

Nydia Bonetti disse...

Desejo sucesso, Victor! Abraços.

CANTACLARO disse...

Siempre bellos tus versos querido Víctor.

Felicitaciones por este nuevo espacio.

Beijos,

Ana Lucía

.

EDUARDO POISL disse...

Um lindo poema de amor com uma pela foto, parabéns polo novo blogger, mais um projeto realizado, ficou lindo.
Um abraço com uma boa sorte

maria disse...

Parabens pelo novo blogue, como Beirã não podia faltar á abertura.
Um beijo para os dois e voltarei.
MARIA

Eduardo Trindade disse...

Belo espaço e belos versos, parabéns. E sucesso nesta nova caminhada digital!

elisa...lichazul disse...

pedro

felicitaciones por tu nuevo espacio
hermosa foto
las rocas son fortalezas siempre

besitos de luz

el texto es retierno también

Marisa Queiroz disse...

Querido Victor, que lindo blog que criaste. Vim aqui na tua pedra dos encontros e me deparei com uma poesia arrebatadora que leva o coração, entre suspiros, até o pecado original, rsrsrs...ainda bem que este pecado é meramente virtual. Um beijo grande para ti.

i am... disse...

Mi sincera enhorabuena y mis mejores deseos para este nuevo espacio más personal.

será un placer seguir este blog.

Besos

Regina Fernandes disse...

Olá Victor!

Vim conhecer teu novo espaço de poesias e te parabenizar por mais esse presente que você nos oferece.
Sucesso!

Bjs

Mª Angeles y Jose disse...

Hola Victor, aqui nos tienes fieles a tu llamada.

Enseguida me pongo de seguidora.

Besos

Chapa disse...

Força para enfrentares este desafio. Se quiseres utilizar alguma das minhas fotos, estás convidado/autorizado. Usa e abusa, como se fossem tuas.
Um abraço

elisa...lichazul disse...

te conté que hace un tiempazo leí "Mi primo Basilio de Eça de Queiros" eso sí traducido , es una novela muy actual a pesar de que fue escrita hace tanto , la trama de sus `personajes es cotidiana y simple porque quizá en la simpleza esté la llave de todo entendimiento:=)

besitos de luz
gracias por dejar tus huellas

Gaspar de Jesus disse...

Só pode ser um Exito!
Votos de felicidades
Abç
G.J.

Carmem disse...

Gil...

Agradeço o carinho...
E podes pegar o que quiser do meu espaço...seria um prazer...
Eu que agradeço!

Beijo
Tudo aqui tá bonito demais...

TERE disse...

"... junto à pedra imaginada dos meus dias."...também tenho pedras imaginadas e outras reais onde me sento quando lá vou em férias.

Parabens pelo poema e fotos minhas desvia à vontade...se alguém for feliz com isso pode tirar e usar.

Um abraço

Tere

magna disse...

olá victor com certeza concordo com vossas palavras quando Deus está em nós temos que abrir aos outros também,e como me fizesse o convite cá estou eu a apreciar teu mais novo cantinho que muito encantará a todos,quanto ao texto estarei eu lá ou talvez aqui em qualquer lugar apenas esperando sua chegada...muito lindo parabéns!
até mais bjus

Paula Raposo disse...

Muito bonito!!
Gostei imenso.
Quando quiseres podes trazer alguma foto minha, estás à vontade. Beijinhos.

Sônia Brandão disse...

Victor, gostei muito deste teu novo espaço. Belas fotos para ilustrar belos poemas.
Sinta-se à vontade par roubar uma foto minha quando quiser.

Um grande abraço.

azul disse...

Ya he llegado,pues me gusta mucho este nuevo blog y las fotos como siempre bellas...

Nos vemos

Dulce disse...

Que essa Pedra dos Encontros seja finalmente testemunha de tão esperado encontro.
São lindos os versos...
Um abraço

Dulce

José Carlos Brandão disse...

Esta pedra é-me familiar...
Este poema é-me familiar...
Sim, já tinha visto/lido ao lado da Sônia. Mas o tom familiar é mais antigo, mais íntimo. Como se já tivesse passado por aquela paisagem - aqui no Brasil mesmo. Como se já tivesse vivido aquelas emoções do poema. Excelente. Essa empatia é um ponto alto nas obras de arte.

Grande abraço.

cristal de uma mulher disse...

Uma música aos meus ouvidos querido amigo.
Que esta pedra deja a essência de cado encontro de cada beijo.
Busca em meu blog uma poesia que mais te chamar a atenção e coloque aqui pois para mim será uma honra.

beijos