domingo, 1 de novembro de 2009

Lua Azul

Fotografia: Fernanda Costa


Separo as cortinas batidas pelo vento,
mas não consigo ver o outro lado da rua,
não consigo sequer descobrir,
o reflexo da Lua.

Neste quarto vazio só consigo pensar
no meu amor proibido e ausente,
que o destino armadilhou.
Aonde as noites são rosadas
e a paixão está tão distante.

Mas não pensem que vão conseguir
reprimir-me as palavras,
silenciar as minhas letras,
ocultar o papel
onde rascunho os meus poemas.
Porque eu só pinto as palavras,
e a pena escreve, apenas.

Mas quando fores à janela
e ao olhares o infinito,
passar uma estrela cadente
cerca dos astros do sul.
Sou eu que caminho através deles,
tentando encontrar a lua azul.

Texto: Victor Gil

19 comentários:

Sonhadora disse...

Victor
Lindo poema.Espero que encontres o que procuras.
Beijos
sonhadora

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO VICTOR, ADOREI O POEMA, PERFEITO PARA A FOTO...PARABÉNS!!!
ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Regina Fernandes disse...

Victor

Adoro essa sua forma de escrever sempre bela e leve.

Bjs
Lindo domingo

Mª Angeles y Jose disse...

Bonito poema,para una luna fantastica.

Besos

i am... disse...

Si de una noche oscura eres capaz de escribir eso poema.. me pregunto que serías capaz de decir si puedieras contemplar la plenitud de la luna que tengo frente ami en estos momentos.

Besos Victor

Branca disse...

Ei Victor,
Lindo poema! A saudade é bem nítida, assim como um otimismo implícito nas palavras de que tudo ficará bem.

Deixo um beijo e o desejo que a semana lhe traga muitas alegrias!

Dalinha Catunda disse...

Olá, querido amigo Gil,
Amei o seu novo espaço.
E para quem já é iluminado como você não será difícil encontrar a lua azul.
Um abraço carinhoso de sua muito amiga,
Dalinha

Paula Raposo disse...

Lindo o teu poema! Linda a foto da Fernandinha. Beijinhos.

uminuto disse...

linda a imagem, belas as palavras
um beijo

Sonia Schmorantz disse...

É lindo este poema!
Um abraço

EDUARDO POISL disse...

Um lindo poema para uma foto linda também, parabéns para os dois.


Te desejo uma semana linda com muito amor e carinho.
Abraços com todo meu carinho

Sara L. Miranda disse...

Gostei imenso deste post e blogue, Beijos

Silvana Nunes .'. disse...

hahaha pra você ver como são profundas as raízes Portuguesas aqui por conta da colonização.
BOM DIA.
Em primeiro lugar gostaria de agradecer o carinho de suas palavras para com o meu trabalho, trabalho este que faço com muito carinho e dedicação para vocês, embora muitos e muitos problemas estejam por trás. O seu cantinho também é genial, adorei.
Contar histórias é um exercício fantástico, eu faço isso naturalmente. Na verdade todos nós temos um pouco de contador...
Bem, hoje a minha história para vocês é de DOM SEBASTIÃO - uma das minhas preferidas, espero que aprecie.
Volte outras vezes,
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... terá sempre uma história para contar.
Beijo grande.
Que a PAZ e o BEM esteja sempre com você.
Saudações Florestais !

Gaspar de Jesus disse...

Bom dia VICTOR GIL
Passei para desejar ao CARO POETA, um excelente fim de semana.
Obrigado pelas amáveis palavras que deixou no Arte Fotográfica.
Abç
G.J.

Crisnádia Amaral disse...

que belo poema o seu, parabéns!

Mariana disse...

Victor gostei de conhecer o blog de mais um poeta.
Adoro fotografias, sou apreciadora.
Tenhas um ótimo fim de semana.
bjs

Marga Fuentes disse...

Un bellísimo poema, Víctor. Una delicia leerte.
Besos,

RosanAzul disse...

Olá Querido Amigo Gil!
Vim ler a tua lua azul! Está
lindo teu poema! Parabéns! Gosto muito da tua escrita!
Ao ler a tua lua lembrei-me da minha... Deixo então aqui pra ti,
com carinho meus versos com o desejo de sucesso sempre e uma feliz semana!

Ro

SOU LUA.

Sou lua,
A que faz sonhar,
Que nas águas esconde
Segredos e medos
Refletindo emoções
A flor da pele.
Sou lua,
Rosa no céu,
Azulada e nua.
Lua Amante,
Lua distante,
Solitária no infinito
Sou lua minguante.
Flutuante...

Sou a lua dos sonhos,
A lua que inspira
E que suspira.
Numa fase louca,
Sou cheia de amor.
Sou lua
Em busca do sol
A espera de um eclipse
De amor total...

Rosana Souza.

azul disse...

Pssssh cuando encuentres la luna azul me lo dices ....

Precioso poema

Abraços!!