terça-feira, 10 de novembro de 2009

Apenas o Brilho do Luar

Fotografia: Eduardo Poisl


Hoje junto à praia,
tentei ver o outro lado do mar.
Mas não te vi
entre o movimento das águas,
nas velas ao longe
ou no sol a brilhar.

Não te vi no vento sereno,
na areia molhada,
no azul das vagas salgadas.
No voar das gaivotas
de formas aladas.

Julguei ver-te os cabelos
que desatavas na noite,
sobre as águas calmas do mar.
Mas era apenas a luz
e o brilho do luar.

Texto: Victor Gil

22 comentários:

i am... disse...

Excelente poema que me ha transportado hasta ese mar que tanto amo, dejándome olor a sal

Bonita foto muy acorde con el texto.

Un enorme placer leerte, como siempre.


Besos

Regina Fernandes disse...

Victor amigo

Adoro o mar. Ficar na areia olhando, tentando ver... assim como no seu poema. Adorei!

Bjs

Mª Angeles y Jose disse...

Bonito mar plateado acompañado por un gran hermoso poema.

Besos

Sonhadora disse...

Victor
Maravilhoso poema.
O mar é poesia.
Beijos
Sonhadora

RosanAzul disse...

..."Oh lua, qual sidéreo manto te recobre,
Te acolhe e recolhe o teu pranto
Este pranto em ti semeado...
Quem te fez crateras,
Que tonteiam em teu seio,
Te sugando o precioso leito...
...saio cantando pela noite
A canção da lua cheia.
Rabisco versos e a lua
É um pedaço da minha poesia"...

Adorei encontrar o meu "pedacinho de terra perdido no mar"... minha Terra: A Ilha da Magia, bem aqui na imagem do Eduardo!!!

Querido amigo Gil, estás te superando a cada dia! Linda demais tua poesia!
Parabéns! Sucesso sempre!
Meu carinho!
Beijos Luz!
Ro

Sonia Schmorantz disse...

Um belo poema,com certeza Eduardo deve estar feliz por estar ilustrando estas palavras. Parabéns aos dois

EDUARDO POISL disse...

Você não sabe como é bom e importante para mim entrar aqui e ver uma foto minha em um lindíssimo poema, obrigado de coração meu amigo.
Quando quiser usar mais fotos fica a vontade.
Abraços e muito obrigado pelo carinho

Paula Raposo disse...

Uma foto lindíssima como as fotos do Eduardo! O teu poema fica perfeito com este acompanhamento fotográfico!
Gostei imenso. Beijos.

uminuto disse...

vim pelo trilho da luz da foto e pelo brilho de luar das tuas palavras. é um prazer receber-te no meu espaço e mais ainda saber que gostas das fotos e dos textos.
acertaste no perfil feminino e caso queiras que te envie alguma foto podes fazer através do mail minutosnanoite@gmail.com
beijo de obrigada

Luis F disse...

Excelente poema...

Adorei conhecer as tuas palavras e nelas encontrei poesia e um perfume cheio de sentimento que nos conduz.

Parabéns amigo Victor

Um abraço
Luis

magna disse...

victor que delicia de versos eles me fazem viajar,possuir o inimaginavel,coisas que os olhos nunca viram,apenas aquele que veem alma!!!
tenha uma noite agradavel,cheia de inspirações e a alegrias!!!
bjuss de uma amiga...
magna

Nydia Bonetti disse...

É meu amigo, o mar nos faz sonhar... Abraços.

azul disse...

QUE bonito y nostalgico

Jugue a ver tus cabellos
que desatabas en la noche
sobre las aguas calmas del mar

Mas apenas era la luz
del brillo del lugar

Si? precioso

elisa...lichazul disse...

victor

que hermosos versos
luminosos y cadenciosos
un placer leerlos

eso sí anque a vece sdeba usar el traductor jajaja

besitos de luz

AFRICA EM POESIA disse...

Vitor

Tambem joguei no euromilhóes..


vim aqui para dar um beijinho e dizer que realmente qualquer dia é bom para a felicidade.
Eu gosto dos numeros ímpares.
depois o dia treze sexta-feira é é realmente um dia bonito para nós podermos relembrar as crendices de antigamente...
um momento para a poesia.

tenho selo de NATAL para ti...
beijinhos

ParadoXos disse...

o amar dentro de uma praia!!


:-)


abraço

Chris disse...

Procurar ver o outro lado do mar, nesse sentido de amar...
Um beijo
Chris

Ana Martins disse...

Brilhante poema, gotei muito!

Beijinhos,
Ana Martins

Vivian disse...

...que encanto de canto!

imagens e poema num casamento
perfeito.

parabéns pela sensibilidade.

bj, moço!

Mariana disse...

Victor como é maravilhoso visitar o teu blog e ler tão lindos poemas.
bjs

Alondra disse...

¡Qué hermoso! sentí morriña de un amor que se quedó para siempre del otro lado del atlántico.
...tentei ver o outro lado do mar.
Mas não te vi
entre o movimento das águas,
nas velas ao longe
ou no sol a brilhar.
Saludos afectuosos y gracias por la visita.

Saramar disse...

Victor, acreidto que o mar está na alma dos portugueses, em seu sangue.
E, quem melhor que um poeta português para, abraçando o mar, integrá-lo no próprio amor, nos versos?

Gosto muito desta temática do mar que, ora aproxima, ora afasta aqueles que amam.
Maravilhosos é ler seus poemas.

beijos